Arquivo da tag: são paulo

Pesquisa da RNSP revela como se sentem crianças e adolescente em São Paulo

irbemzinho1

Foi divulgada ontem (23/7) os resultados da pesquisa IRBEM Criança e Adolescente. A pesquisa de percepção ouviu pela primeira vez 805 pessoas entre 10 e 17 anos e procurou entender o que pensam sobre diversas questões relacionadas à qualidade de vida na capital paulista. O IRBEM Criança e Adolescente conta com o apoio do Instituto Alana e do Instituto C&A e foi feito pela Rede Nossa São Paulo em parceria com o Ibope.

O estudo aponta para alguns aspectos que revelam as consequências da desigualdade social. Entre as crianças e jovens de menor renda familiar, 21% afirmaram não usar a Internet. Enquanto no universo total de entrevistados, o índice é de 9%.

Em relação às instituições, a pesquisa revelou que as “igrejas” e o “corpo de bombeiros” são as mais bem avaliadas pelo segmento (ambas com 86% de ótimo e bom). O “Poder Judiciário” é a instituição menos conhecida (50% a conhecem) e a “Câmara dos Vereadores” a mais mal avaliada, com 26% de ótimo e bom.

No grupo das áreas que receberam as menores notas da pesquisa estão “aparência e estética” da cidade e “meio ambiente” (ambas com média de 5,3). As maiores notas foram atribuídas às áreas “acesso à Internet” (7,9), “educação” (7,3) e “relações humanas” (7,1).

irbem

Apesar de atribuir nota abaixo de 5 para alguns dos temas pesquisados, a maioria das crianças e adolescentes tem uma avaliação positiva quando questionada sobre a qualidade de vida em São Paulo. Em uma escala de 1 a 10, em que 1 significa totalmente insatisfeitos e 10 totalmente satisfeitos, a pesquisa registrou média de 7,1.

Confira aqui os dados da pesquisa IRBEM Criança e Adolescente

O grupo Matéria Rima, que esteva no evento de lançamento, contou o Hino Nacional Brasileiro em ritmo de hip-hop, além de outras atividades culturais, como a exibição do vídeo “O que é ser jovem”. Após a apresentação dos dados da pesquisa, foi realizada uma roda de conversa com o secretário municipal dos Direitos Humanos e Cidadania, Eduardo Suplicy, a primeira-dama de São Paulo, Ana Estela Haddad e três jovens.

irbem hino

Leia também> 

 

Por um Brasil mais transparente e com participação cidadã

olho

A Rede Nossa São Paulo lançou nesta quarta (24/3) um aplicativo que vai permitir ao paulistano acompanhar os programas de metas da prefeitura. Qualquer pessoa vai poder usar o celular ou computador para fiscalizar as obras da cidade e ver se o que foi prometido está sendo cumprido.

O aplicativo se chama De Olho nas Metas e está disponível para apenas celulares com Androide por enquanto. No site www.deolhonasmetas.org.br também é possível acompanhar os programas da Prefeitura, que estão divididos em 20 temas – como cultura, educação, mobilidade, saúde e segurança.

No primeiro ano da gestão de Fernando Haddad como prefeito de São Paulo, ele se comprometeu com 123 metas para a cidade até 2016. O paulistano pode acessar o site e ficar de olho nessas metas fazendo pesquisas por CEP, por distrito ou por assunto. As informações são fornecidas pela Prefeitura e pelo Tribunal de Contas do Município.

O site também permite que o usuário participe de discussões específicas e receba notificações via e-mail ou SMS toda vez que algo de seu interesse seja adicionado. O De Olho nas Metas vai disponibilizar para a Prefeitura fotos e mensagens enviadas diretamente pela população. Assim, os gestores vão poder tomar decisões mais ágeis e mais embasadas.

Para entender os detalhes dessa nova “rede social”, acesse http://www.deolhonasmetas.org.br/homefuncional/faq

Plano de metas para todo o país

maos

A cidade de São Paulo foi pioneira no Brasil a aprovar uma emenda que obriga os prefeitos a apresentarem um programa de metas quantitativas e qualitativas para cada área da administração municipal.

Aprovada em 2008, essa emenda determina que todo prefeito deve apresentar o Programa de Metas de sua gestão em até 90 dias após sua posse. O Plano deve conter as prioridades, as ações estratégicas, os indicadores e as metas quantitativas para cada um dos setores da administração pública municipal. A lei prevê a realização de audiências públicas nos 30 dias seguintes à apresentação do Plano de Metas para dar espaço para a população entender e discutir o que será feito com a sua cidade nos próximos anos. O prefeito também deve prestar contas a cada seis meses e publicar um relatório anual sobre o andamento das metas.

A ideia com a PEC de Metas agora é levar esse exemplo de São Paulo para todas as esferas executivas do Brasil.

Caso seja aprovada, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) comprometerá os eleitos a cargos executivos a apresentar um Plano de Metas para a gestão, contendo, no mínimo o programa de governo apresentado nas eleições. Ou seja, todo prefeito, governador e presidente brasileiro eleito vai precisar ter metas claras e será cobrado por isso. É um importante instrumento de planejamento, gestão e transparência na administração pública.

A proposta vai melhorar a qualidade e a transparência da gestão pública, além de promover a participação da sociedade e o voto mais consciente.

Com a inclusão da PEC do Plano de Metas na lista de projetos a serem votados pelo plenário da Casa, agora é a hora de todos os brasileiros que sonham em melhorar a gestão pública do país encaminhem mensagens aos deputados para sensibilizá-los e aprovar a matéria.

A PEC das Metas só trará benefícios à administração pública. Para assinar embaixo dessa mudança para o país, assine essa petição.

Para saber todos os detalhes sobre a PEC de Metas, clique aqui e depois envie para os amigos.