Arquivo da tag: cacau

Fórum debate o cacau brasileiro

Qual a importância do cacau para a cadeia produtiva? O tema esteve na pauta do Fóruns Estadão que aconteceu ontem, 10/11, em São Paulo.

Promovido pelo jornal Estadão, em parceria com a AIPC (Associação das Indústrias Processadoras de Cacau) e com a ABAG – Associação Brasileira do Agronegócio, questões como o aumento da produção, o mercado de cacau premium e incentivos do governo à cadeia produtiva foram abordados.

Leia os destaques do evento, publicados do Estadão:

Sobre incentivos:

governo-deve-incluir-incentivo-a-producao-de-cacau-economia-estadao

Sobre aumento da produção:

industria-projeta-dobrar-producao-de-cacau-em-10-anos-economia-estadao

Sobre mercado de chocolate premium:

mercado-de-chocolate-premium-cresce-dois-digitos-por-ano-no-brasil

FR12 SÃO PAULO - CAMPINAS - SP - 10/11/2016 - ECONOMIA - FÓRUNS ESTADÃO - Fóruns Estadão reúne especialistas para debater a importância do cacau para a cadeia produtiva do agronegócio. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO(foto Felipe Raul/Estadão)

Vaga – Associação Cacau Sul Bahia

As atividades desenvolvidas pela empresa prestadora de serviços serão as seguintes:
Mais uma para quem quer trabalhar na Bahia. A Associação Cacau Sul Bahia precisa de um profissional (pessoa jurídica) para elaboração de Manual Técnico sobre o Regulamento de Uso da Indicação de Procedência – Cacau Sul Bahia. O objetivo é a elaboração de peças de comunicação que irão ajudar na capacitação de produtores de cacau, sobre o uso da Identidade Geográfica do cacau (IG) na área de qualidade.
As atividades desenvolvidas pela empresa prestadora de serviços serão as seguintes:
  • Elaborar material didático sobre o Regulamento de Uso da IG cacau Sul Bahia;
  • Elaborar material didático sobre o passo a passo do processo de beneficiamento cacau de qualidade superior;
  • Elaborar material didático sobre avaliação da qualidade das amêndoas de cacau.
Os interessados devem enviar – no prazo de dez dias a partir de hoje (22/7/2015) as seguintes informações:
  • Proposta financeira com prazo de validade, elencando os produtos a serem entregues com um prazo determinado e histórico de atuação da empresa;
  • Currículo dos profissionais que a compõem a empresa;
  • Atestado de capacidade técnica.

No assunto do email, por favor, escrever “Vaga Manual Técnico Cacau”. aos cuidados de Juliano Mendonça (juliano@arapyau.org.br).

Para mais informações, acessar este link.

Procura-se consultor: cacau cabruca

Se você manja tudo de cacau, é agrônomo e pode trabalhar na Bahia, confira esta oportunidade:

Há uma vaga (pessoa jurídica) para consultoria para a implantação do processo de certificação orgânica participativa nas propriedades rurais com cacau cabruca e  para a capacitação técnica dos agricultores baseada em princípios agroecológicos. O trabalho é na Bahia, no município de Uruçuca.

Os detalhes estão neste documento (clique aqui).

Os interessados devem enviar email para Ricardo Gomes (ricardo.gomes@arapyau.org.br) até a próxima sexta-feira (27/2/2015).

 

Oportunidade de trabalho na Bahia

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A Associação Cacau Sul Bahia está contratando um secretário executivo, com pós-graduação em ciências sociais, humanas ou agrárias.

O profissional vai trabalhar no setor do cacau e chocolate e precisa ter experiência e capacidade para superar os desafios que farão parte do processo de implementação do certificado de procedência do CACAU SUL DA BAHIA. Além de articular os programas que estão sendo desenvolvidos por diversas instituições parceiras para o setor, conectando essas instituições ao campo e produtores.

A Cacau Sul Bahia, Associação dos Produtores de Cacau do Sul da Bahia, foi fundada no dia 15 de abril de 2014, no Centro de Agroecologia do IF Baiano – Campus Uruçuca.

Os currículos devem ser enviados para cacausulbahia.ig@gmail.com até 6/2/2015.

Confira o edital aqui.

O cacau sendo discutido na Bahia

cacau

Há duas semanas, ocorreu na Bahia, o 4º Encontro Pensar Cacau, uma iniciativa consolidada na agenda dos produtores da região cacaueira da Bahia. Produtores tradicionais e representantes da agricultura familiar tinham o mesmo ideal: o cacau do Sul da Bahia. O Ricardo Gomes, baiano que trabalha no escritório do Arapyaú em Serra Grande, esteve neste e em outro evento, saiba mais abaixo.

A programação do Pensar Cacau foi preenchida com palestras que abordaram assuntos técnicos, além de ter propiciado a troca de experiência entre diversos produtores rurais. No local do encontro, na Universidade Federal do Sul da Bahia, em Itabuna, haviam espaços para que os produtores pudessem expôr produtos derivados do cacau, como chocolates finos, geleia de cacau, amêndoas de cacau carameladas. Esses produtos novidades, porque o mais comum é que as produções girem em torno apenas na produção de amêndoas.

Outro aspecto importante foi o foco dado ao desenvolvimento sustentável na cacauicultura baiana, abordado através de novas técnicas de cultivo (cacau-cabruca e de sistema agroflorestal – SAF), beneficiamento do cacau e chocolate e também discussões sobre o fortalecimento do associativismo na região.

Outro evento bacana que o Ricardo participou foi o 1º Seminário sobre Sustentabilidade e Empreendedorismo da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), dentro da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A proposta era o desenvolvimento cultural, ambiental e socioeconômico da região sul da Bahia.

Há na UFSB uma juventude bastante ativa que se interessa pelas causas sociais, que tem um bastante interesse em se qualificar para alcançar o mercado de trabalho ou abrir seu próprio negócio e que estão atentas às causas ambientais.

O Ricardo apresentou o Arapyaú e a atuação do instituto no sul da Bahia no Seminário. No final, foi bastante questionado pelos alunos e teve a chance de esclarecer várias questões com os jovens.